Provedores de internet dos EUA vão vigiar toda a navegação na web

Com mais da metade dos votos, o Senado americano aprovou a medida de lei que dá poder aos provedores a ter acesso a navegação dos usuários



(Mr. Robot/Reprodução)


O Senado americano aprovou com mais da metade dos votos uma lei permitindo que os provedores de internet monitorem os usuários e vendam seu histórico de navegação para anunciantes. Isso poderá ser feito sem pedir permissão aos consumidores que na maioria dos casos, nem saberão que estão sendo vigiados. Agora, o projeto será votado pela Câmara, onde deverá será aprovado, sendo a maioria dos integrantes da câmara do partido do presidente Donald Trump, o Partido Republicano.

A aprovação foi comemorada por senadores republicanos. Segundo eles, os provedores de internet devem ter os mesmos direitos que empresas como Google e Facebook, que já monitoram a navegação de seus usuários. Os senadores democratas protestaram, dizendo que a medida é uma invasão sem precedentes na privacidade dos consumidores.

É possível driblar o monitoramento usando VPN, ferramenta que torna privada a rede e ajuda a evitar monitoramento indesejado, mas geralmente esses serviços são pagos, podendo até reduzir a velocidade da conexão.


Fonte: Superinteressante

Avalie esta notícia

Internet Provedor Navegação

Comente esta notícia:

Notícias relacionadas

São muitos zeros!

Tráfego de internet global superará a marca de 1 zettabyte em 2016

ver mais

É do Brasil!!

Brasil vence Japão e EUA na velocidade média da internet 4G, mas perde feio em cobertura

ver mais

Fadado ao fracasso

Yahoo é o primeiro império da internet que vai desmoronar na era digital

ver mais

O lado obscuro da internet

Indexaram parte da Deep Web e foi confirmado: quase tudo é ilegal por lá

ver mais